Dica: Filmes

1- Burning (2018)

Jong-su acaba se encontrando com uma garota que morava no mesmo bairro que ele, que pede que ele cuide de seu gato durante uma viagem à África. Quando retorna, ela apresenta Ben, um cara misterioso que conheceu na viagem, que confessa seu passatempo secreto. Filme representante da Coreia da Sul no Oscar 2019, que, inexplicavelmente, acabou ficando de fora da lista final. No que poderia ser apenas um suspense eficiente, acabou sendo um profundo e poderoso estudo de personagens. Ah, e repleto de suspense. Estrelado pelos talentosos Ah-in Yoo, Jong-seo Jun e Steven Yeun, o Glenn de The Walking Dead (2010- ), Burning é absolutamente brilhante, sem duvida um dos melhores filmes do ano passado. Avaliação: 9

2- The Wife (2017)

Uma esposa questiona suas escolhas de vida enquanto viaja para Estocolmo com o marido, onde ele irá receber o Prêmio Nobel de Literatura. Dirigido pelo sueco Björn Runge, The Wife possui uma trama interessante e é bem executado, mas que provavelmente passaria despercebido não fosse a primorosa atuação de Glenn Close, que finalmente deverá sair com a estatueta dourada após ser indicada seis vezes ao Oscar, sem nunca ter ganho. O filme em si é irregular, perdendo força nos flashbacks e também no elenco coadjuvante, que, com exceção de Jonathan Pryce, está bem aquém do talento da veterana atriz. Avaliação: 7

3- Disobedience (2017)

Uma mulher retorna à sua comunidade judaica ortodoxa que a evitou por sua atração por uma amiga de infância. Ao retornar, a paixão entre as duas reacendem enquanto exploram os limites da fé e da sexualidade. Filme do chileno Sebastián Lelio, que antes fez o belíssimo A Fantastic Woman (2017), que ganhou o Oscar de filme estrangeiro no ano passado. Mais um trabalho excelente do diretor, que se mantém entre os maiores talentos da atualidade. Ainda mais complexo do que parece, o filme não trata apenas de uma historia de amor proibido, mas também de personagens se libertando dos vínculos e regras impostos pela sociedade que os rodeiam. Estrelado por Rachel McAdams, Rachel Weisz e Alessandro Nivola, todos excelentes. Avaliação: 8,5

4- The Captain (2017)

Nos últimos momentos da Segunda Guerra Mundial, um jovem soldado alemão, lutando pela sobrevivência, encontra um uniforme de capitão nazista e acaba rapidamente assumindo a identidade monstruosa dos criminosos dos quais está tentando escapar. O filme mostra os atos hediondos e sombrios de um homem que, já um monstro por instinto, é acentuado com o poder proporcionado por um uniforme. Bem executado, porem irregular, trata-se de um filme difícil, mas ainda sim um lembrete de um dos momentos mais tristes a assustadores da historia. Estrelado por Max Hubacher, ótimo, além de Alexander Fehling e Frederick Lau. Avaliação: 7