Preview 2019 – Séries

1- Jane the Virgin Season 5

Sinopse:  Continuação das aventuras de Jane, uma jovem católica que foi acidentalmente inseminada artificialmente.

Sobre: Seguirá os eventos mostrados na temporada anterior, que obviamente não irei revelar, mas finalizou com uma grande surpresa, daquelas que só encontramos nas deliciosas novelas mexicanas. Jane the Virgin é uma maravilha, uma das melhores comédias lançadas em muito tempo. E que, infelizmente, não tem o reconhecimento que merece. Mesmo tendo mantido a qualidade em todas suas temporadas, trata-se da despedida dessa série estrelada pela talentosíssima Gina Rodriguez, que faturou o Globo de Ouro 2015 de melhor atriz comédia. A atriz atua ao lado de um elenco inspirado, principalmente Yael Grobglas e Jaime Camil, impagáveis como Petra Solano e Rogelio De La Vega, respectivamente. Como novidades dessa temporada, Rodriguez planeja voltar a dirigir, como fez na temporada anterior e a identidade do excelente narrador da série será revelada!! Jane the Virgin estreia dia 27 de março no canal CW.

2- Westworld Season 3

 Sinopse: Ficção científica ambientada em um parque temático do Velho Oeste, onde os visitantes interagem com robôs em cenários desenvolvidos.

Sobre: Mesmo não atingindo o apelo cultural que Game Of Thrones, Westworld é, sem duvida, um sucesso da HBO. Sua segunda temporada foi irregular, porém repleta de momentos e imagens inspirados, além, é claro, de excelentes atuações, especialmente de Thandie Newton e Evan Rachel Wood. Sem dar spoilers, a terceira temporada deverá mostrar mais o mundo real, porém mantendo também a ação no parque. Uma cena pós credito da temporada anterior também deverá ser esclarecida. Foi noticiado que Aaron Paul entra para a nova temporada, porem sem detalhes sobre seu personagem. A série tem previsão de estreia ainda esse ano, logicamente se não houver contratempos.

3- One Day at a Time season 3

 Sinopse: Sitcom (comédia de situação) em que mostra o cotidiano de uma família Cubana-Americana vivendo nos Estados Unidos nos dias atuais. 

Sobre: One Day at a Time está de volta! Uma das melhores séries da Netflix, apesar de ser aclamada pela crítica, ainda é injustamente esnobada pelas maiores premiações da tv. Sempre tratando de temas oportunos e importantes como imigração, preconceito e maternidade, alem de ótimas performances do elenco todo, especialmente Justina Machado e a luminosa Rita Moreno, esperemos que isso mude com essa nova temporada e a série tenha maior reconhecimento. A terceira temporada está repleta de convidados especiais, como Gloria Estefan, Danny Pino, Stephanie Beatriz, Melissa Fumero, assim como Joe Manganiello, Alan Ruck e a esposa de Todd Grinnell (Schneider) na vida real, India de Beaufort, que viverá interesse amoroso de Schneider.

4- The Witcher

Sinopse: Em um mundo de fantasia, um caçador de monstros se une a uma feiticeira e uma jovem princesa.

Sobre: Ambicioso projeto da Netflix, que recrutou ninguém menos que Henry Cavill para protagonizar essa série baseada nos romances de Andrzej Sapkowski (fonte que inspirou uma série de videogames que inclui The Witcher 3, considerado um dos melhores jogos de todos os tempos). A série tem como diretor Alik Sarkharov, que dirigiu anteriormente Game of Thrones para a HBO.  Trata-se do retorno de Cavill à tv, onde estrelou a série The Tudors (2007–2010) para o canal Showtime. O astro certamente traz apelo comercial ao projeto que, alem do britânico, inclui  Lars Mikkelsen, Eamon Farren, Joey Batey, Royce Pierreson, Jodhi May, Björn Hlynur Haraldsson, Maciej Musiał, Wilson Radjou-Pujalte, e Anna Shaffer. Será que teremos um novo GoT? Veremos… Estreia ainda esse ano na Netflix.

5- PEN15

Sinopse: Cômica história do ensino médio visto através dos olhos de duas garotas do 7º ano, lidando com os constrangimentos de ser um adolescente.

Sobre: Maya Erskine and Anna Konkle estrelam essa comédia adulta, interpretando versões de si mesmas aos treze anos de idade no ano 2000, cercadas por adolescentes de treze anos de verdade. Criada, escrita e produzida pelas duas atrizes, ao lado de Sam Zvibleman, a série tem o propósito de trazer os espectadores de volta aos seus próprios dias de ensino médio, e, de acordo com críticas iniciais, é muito bem sucedido. O projeto, que demorou para sair do papel, recebeu luz verde da Hulu após uma apresentação de 11 minutos de Konkle e Erskine, que são melhores amigas. Estreia na Hulu dia 8 de fevereiro.


Dicas: Séries

1– Bodyguard (2018- )

David Budd (Richard Madden), um veterano militar, impede que um homem-bomba exploda um trem, permitindo a prisão dos terroristas que planejaram o ataque. Por causa de seu ato heroico, é promovido à guarda-costas de Julia Montague (Keeley Hawes), uma política conservadora e controversa. Grande sucesso na Inglaterra, a série da BBC britânica logo foi adquirida pela Netflix, tornando- a um sucesso mundial. A série é bem divertida, mas não muito mais que isso, o que acaba sendo surpreendente todo esse sucesso, sendo ainda nomeada a prêmios como o Globo de Ouro 2019 de melhor série drama e ator drama. Richard Madden, eficiente, levou o premio. A série tem seus momentos, principalmente algumas cenas de ação, mas, apesar de recomenda-la, a considero completamente superestimada. Uma segunda temporada não foi anunciada, mas certamente será encomendada. Avaliação: 6,5

2- Forever (2018- )

June e Oscar vivem uma vida conjugal confortável, porém previsível. Quando algo inesperado acontece, acabam levantando questões sobre amor e casamento. Estrelada pelos ótimos Maya Rudolph e Fred Armisen, não irei dar detalhes da trama para não entregar spoilers. A série possui um roteiro curioso, com surpresas a cada episódio. Porém nem todas as surpresas funcionam ou são bem desenvolvidas, alem da série sofrer um pouco com seu ritmo. Mesmo assim, é uma visão original e relevante, e por vezes muito divertida, sobre a vida, o casamento e a rotina. Original da Amazon Prime Video, a série ainda não foi renovada . Avaliação: 7

3- Wanderlust (2018)

Uma terapeuta sexual tenta salvar seu casamento após um acidente de bicicleta fazer com que o casal comece a reavaliar seu relacionamento. Qualquer projeto com Toni Collette já é motivo para empolgação e esse drama, original da Netflix, é um ótimo veiculo para a talentosíssima atriz australiana. Composta de apenas seis episódios, a série mostra o casal que, na tentativa de salvar seu casamento, acabam concordando que ambos possam ter relações sexuais com outros parceiros. Porém, com o tempo a protagonista vai percebendo e descobrindo as razões por trás dessas decisões e atos. Complexa, interessante e muito bem atuada, trata-se de um dos melhores originais da Netflix, que ainda não renovou a série. Não vejo necessidade de uma renovação, visto que a série terminou de forma mais que satisfatória. Com Steven Mackintosh e Zawe Ashton. Avaliação: 7,5

4- Collateral

Em Londres, uma detetive, se recusando a acreditar que o assassinato de um entregador de pizza se trata de um caso aleatório, decide iniciar uma investigação. Carey Mulligan é uma das atrizes mais talentosas e interessantes da atualidade e sem dúvida, uma das melhores coisas dessa minissérie eficiente, porem irregular. Original da Netflix, a minissérie, que trata de assuntos como imigração, drogas e também sexualidade, começa bem, sendo suficientemente misteriosa e repleta de personagens interessantes. Porem, composta de apenas 4 episódios, acaba sendo curta, pois apresenta muitas ideias, personagens e situações, não tendo tempo de desenvolve-los. O final acaba sendo corrido e, portanto, irregular. Ainda assim, tem qualidades o suficiente e claro, Carey Mulligan, para ser considerado um programa divertido. Avaliação: 6,5

Preview 2019 – Séries

1- Game of Thrones – Season 8

Sinopse:  Logicamente que a HBO não liberou nenhum detalhe sobre a trama.

Sobre: Trata-se da última temporada do fenômeno cultural que, composta de apenas 6 episódios, com duração média de um filme cada um, certamente será a série mais comentada do ano. A adaptação dos livros de George R. R Martin teve seus altos e baixos durante suas 7 temporadas, mas é sem duvida uma das obras mais fascinantes e divertidas da tv na última década. Espere por uma das maiores audiências da HBO, que tem como data de estreia dia 14 de abril.

2- 8 Days (8 Tage)

David Schütter

Sinopse: Um meteoro gigante se aproxima da Terra, com o centro da Europa como a zona de impacto, fazendo com que os cidadãos europeus fujam em desespero.

Sobre: A série alemã, original da Sky Deutschland, será composta por 8 episódios, representando os 8 últimos dias antes da catástrofe e é dirigida pelo austríaco Stefan Ruzowitzky, que antes fez o terror Anatomy (2000), com Franka Potente e o elogiado drama de guerra The Counterfeiters (2007) com August Diehl. A série terá sua estreia no Festival de Berlim 2019, que acontecerá de 7 a 17 de fevereiro. Estrelada pelos alemães David Bredin e David Schütter, ainda não há previsão de estreia nos EUA e resto do mundo. Torcemos para que a Netflix adquira essa promissora produção. Segue mais uma imagem:

3- Das Boot

Sinopse: Uma história de escolhas e sobrevivência, Das Boot explora o tormento emocional da vida durante a Segunda Guerra Mundial.

Sobre: Outra série alemã, Das Boot é inspirada no filme de 1981, dirigido por Wolfgang Petersen e indicado ao Oscar e ao Globo de Ouro, assim como no best-seller de Lothar-Günther Buchheim. A série acontece nove meses após os acontecimentos do filme e o enredo é dividido em duas narrativas, uma baseada em terra, a outra em torno do submarino. O foco será tanto na tripulação alemã do U-boat quanto na resistência francesa tentando atrapalhar suas atividades. Produção estimada em $33 milhões de dólares, a série é produzida pelo canal europeu Sky e será lançada nos EUA através da Hulu, ainda esse ano mas ainda sem data definida. Sucesso na Europa, a série já foi renovada para uma segunda temporada. O elenco internacional inclui Vicky Krieps, Tom Wlaschiha, Lizzy Caplan, James D’Arcy, August Wittgenstein, Rick Okon, Ben Münchow, Thierry Frémont, Leonard Scheicher, entre outros.

4- Homeland – Season 8

Sinopse: Sem detalhes sobre a trama, a série continua mostrando a bipolar agente da CIA Carrie Mathison, que retorna ao Afeganistão, cenário da quarta temporada.

Sobre: Oitava e última temporada dessa série que, em suas duas primeiras, foi um dos shows mais populares e elogiados da época. A série se perdeu um pouco a partir da terceira temporada, porém sempre se mantendo como um entretimento sólido, principalmente pela atuação de Claire Danes e Mandy Patinkin, sempre ótimos como Carrie e Saul. Justiça seja feita, as ultimas duas temporadas, uma situada em Berlim e a outra em Washignton foram muito bem produzidas, o que nos deixa otimistas para seu desfecho. Apesar do cenário ser o Afeganistão, a produção foi filmada em Marrocos e a decisão de finalizar a série foi mútua entre o criador Alex Gansa e a atriz. Ainda sem previsão de estreia, mas provavelmente no verão americano no canal Showtime.

5- Veep – season 7

Sinopse: Sem detalhes sobre a trama, a série deve seguir Selina Meyer em sua campanha para reeleição à presidência.

Sobre: Mais uma série que diremos adeus, e que série! Veep é uma das séries mais engraçadas e inteligentes de todos os tempos, sendo reconhecida em diversas premiações, como o prestigiado Emmy. Sua estrela, a excepcional Julia Louis-Dreyfus, que ganhou 5 vezes seguidas o Emmy de melhor atriz pela série, passou por tratamento de câncer de mama, o que adiou as filmagens dessa última temporada. Excelente noticia é que o tratamento foi bem sucedido! Alguém tem duvidas de que a série irá abocanhar todos os prêmios no próximo Emmy? Selina is back! A série estréia na HBO ainda esse ano, mas ainda não há data especifica.

Preview 2019 – Séries

1- Watchmen

watchmen4

Sinopse: Sequencia da clássica história em quadrinhos escrita por Alan Moore, retomando anos após os eventos manipulados por Ozymandias.

Sobre: O novo drama da HBO é uma das maiores apostas do canal, que continua tentando achar um substituto para seu maior sucesso, o fenômeno cultural Game of Thrones (2011 – 2019), que estreia esse ano sua última temporada. Feito que não conseguiu com Westworld (2016- ), mesmo essa sendo uma série bem sucedida. Está também produzindo a spin-off de Thrones, que deverá estrear somente ano que vem. Sucesso de publico veremos, mas qualidade, ah isso podemos dar como certo. Damon Lindelof é o criador da série e lembremos que estamos falando do criador de uma das melhores séries já feitas, a obra-prima The Leftovers (2014-2017). Como trata-se de um dos quadrinhos mais adorados de todos os tempos, Lindelof, precavido, já se pronunciou dizendo que a obra será baseada no universo criado por Moore, mas que o roteiro será original. O elenco é interessante, com Regina King, Jeremy Irons, Don Johnson, Tim Blake Nelson, Louis Gossett Jr, Jean Smart, Tom Mison e Yahya Abdul-Mateen II. Sem data confirmada, porém deve estrear mais para o final de 2019.

2- Killing Eve Season 2

killing-eve-1547465686
Imagens da segunda temporada via EW

Sinopse: Não há informações sobre a sinopse, porém a história deve retomar imediatamente os acontecimentos do final da primeira temporada.

Sobre: Segunda temporada do fenômeno que foi essa excelente série escrita por Pheobe Waller-Bridge, a mesma de Fleabag, que indiquei em post anterior. Sucesso de critica e publico, foi nomeada a vários prêmios, incluindo o Emmy 2018 para série e atriz (Sandra Oh) e ao Globo de Ouro 2019 também para serie e atriz, pelo qual Oh saiu vencedora.

ba70215c-b35d-4b0c-8acc-013c229eca64

Aliás Sandra Oh está absolutamente fantástica no papel da agente de segurança que persegue a assassina Villanelle, interpretada pela também fantástica Jodie Comer. A série se destaca por trazer uma dupla de mulheres inteligentes, obcecadas uma pela outra, em um jogo de gato e rato cheio de surpresas e reviravoltas. Pheobe Waller-Bridge, ocupada com Fleabag, retorna somente como produtora executiva. Estrelam também Fiona Shaw, Sean Delaney e Kirby Howell-Baptiste, com a nova temporada adicionando Nina Sosanya, Edward Bluemel e Julian Barratt. A primeira temporada está disponível no catalogo da Hulu e a segunda estreia dia 07 de abril na BBC America.

3- Kingdom

d5edd08d1dcf09b5825d216152397ba107e80401

Sinopse: Na Coréia medieval, um príncipe herdeiro é colocado em uma missão suicida para impedir um surto aterrorizante.

Sobre: Depois de grandes sucessos globais, como exemplos as espanholas La Casa de Papel (2017- ) e Elite(2018- ), a alemã Dark (2017- ) e a britânica The End of the F***ing World (2017- ), a Netflix continuando investindo em séries de vários países. Kingdom é a aposta da gigante com uma série coreana, sendo esse o segundo projeto do país, com o primeiro sendo o ótimo Okja (2017), do excelente diretor Joon-ho Bong (The Host). Produções com idioma que não o inglês sempre foram um desafio no mercado norte americano, onde o público não gosta de ler legendas, mais isso, vide os sucessos citados, parece estar mudando. Trata-se de uma série de época e também de zumbis, o que pra mim, já é empolgante o suficiente. Dirigido por Kim Seong-hun, dos elogiados A Hard Day (2014) e Tunnel (2016), esse ultimo vi e recomendo e consta no catalogo da Netflix. Estrelado por Bae Doona, conhecida como a Sun Bak pela série Sense 8 (2015-2018). Estreia dia 25 de janeiro e parece ser bem promissora.

4- Unbreakable Kimmy Schmidt: Season 4 Part 2 

when-is-part-2-unbreakable-kimmy-schmidt-on-netflix

Sinopse: A série segue Kimmy, que, ao lado de amigos, continua tentando se ajustar ao século 21 e nessa jornada, também aprendendo mais sobre quem ela realmente é.

Sobre: Restante da quarta e última temporada da hilária comédia estrelada pela talentosa Ellie Kemper e produzida por Tina Fey and Robert Carlock . Os primeiros seis episódios foram lançados em maio do ano passado. Tendo sido indicada a vários prêmios por todas suas temporadas, é curioso e também frustrante o encerramento precoce da série. Mas há boas noticias. Planos para um filme estão em andamento, porém os produtores ainda estão trabalhando nos detalhes. A série, aclamada pela critica, é uma das comedias mais engraçadas da atualidade, tendo momentos inesquecíveis como a impagável canção “Pinot Noir”, estrelada brilhantemente por Tituss Burgess. Alias, o elenco todo é uma maravilha, contando ainda com Jane Krakowski e Carol Kane. Os últimos episódios estreiam de 25 de Janeiro na Netflix.

5- I Am The Night

2e1ca746-86dd-48c0-8a19-a57855d8d6b5

Sinopse: Uma adolescente, que foi dada para adoção quando nasceu, começa, ao lado de um repórter, a investigar suas origens, descobrindo segredos sombrios sobre seu passado envolvendo um famoso ginecologista.

Sobre: Baseada em fatos reais, a série, que irá abordar temas como raça, escândalos sexuais e assassinatos, é dirigida por Patty Jenkins e é uma das apostas do canal TNT,  que parece estar investindo em séries de maior prestigio, o que é compreensível devido à  competitiva concorrência de outros canais e, principalmente, os canais de streaming. A série marca também a segunda colaboração de Jenkins com o astro Chris Pine, depois do mega sucesso Wonder Woman (2017). A série ja foi vista por alguns críticos e vem colhendo elogios. Completam o elenco a jovem atriz India Eisley, como a protagonista e o ator Jefferson Mays, como o vilão. Estréia dia 28 de Janeiro.

 

Preview 2019 – Séries

1-

Now Apocalypse Season 1 2018

Sinopse: Um grupo de jovens vivendo em Los Angeles descobrem uma conspiração ou podem apenas terem fumado muita maconha.

Sobre: Essa série me deixou intrigado e o motivo é porque o criador é ninguém menos que Gregg Araki, um dos diretores de queer cinema mais festejados entre o final da década de 90 e começo dos anos 2000. Filmes como The Doom Generation (1995), Splendor (1999), Mysterious Skin (2004) e Kaboom (2010) são alguns exemplos. De qualidade variada, porém todos interessantes, todos repletos de humor, drogas e erotismo. Seu último filme foi em 2014 com White Bird In A Blizzard, estrelado por Shailene Woodley. Após esse filme o diretor acabou focando na tv, dirigindo diversas séries como American Crime (2015-2017) Riverdale (2016- ).

now-apocalypse-key-art

O elenco é formado por jovens atores mais conhecidos por trabalhos na tv, como Avan Jogia, Kelli Berglund, Tyler Posey e Beau Mirchoff. Araki irá dirigir todos os episódios da série que irá estrear dia 10 de Março no canal americano Starz, porém antes disso terá sua pré -estreia no Festival de Sundance 2019.

2- Instinto 

Comienza-el-rodaje-de-la-serie-Instinto-con-Mario-y-Oscar-Casas.jpg

Sinopse: A série mostra o personagem Marco, um jovem empresário atormentado que regulamente vai para um clube privado para realizar suas fantasias.

Sobre: Série espanhola de oito episódios, trata-se de um suspense erótico estrelado pelo galã espanhol Mario Casas (The 33 (2015)). A série é dirigida por Carlos Sedes e baseada em idéia original de Teresa Fernandez-Valdes, que também escreveu, ao lado de Ramon Campos e Gema R. Neira. No elenco ainda estão Óscar Casas, irmão mais novo de Mario e Juan Diego Botto (Good Behavior (2016-2017)). Foi divulgado que Amazon Prime Video irá distribuir a série em toda a America Latina, incluindo Brasil. Nos Estados Unidos estará disponível no canal de streaming Pantaya. Trata-se de um canal que disponibiliza filmes em espanhol e está presente entre os Canais oferecidos pela Amazon Prime Video. A série estará disponível na primavera.

3- Black Earth Rising

blackearthrisingfbman

Sinopse: Quando sua mãe adotiva assume um caso processando um criminoso de guerra por seu papel no genocídio de Ruanda, a jovem advogada Kate começa a se envolver em uma conspiração.

Sobre: Série britânica produzida por Hugo Blick, que antes produziu a excelente minissérie The Honourable Woman (2014), com uma magnifica Maggie Gyllenhaal. A série já estreou na Inglaterra através do canal BBC e vem colhendo elogios rasgados da imprensa britânica, tanto pela produção em si como para o elenco. Bom, aí que as coisas melhoram. Black Earth Rising é estrelada pela sensacional e atriz em ascensão Michaela Coel, produtora e estrela da hilária comédia Chewing Gum (2015- ). A Atriz atua ao lado do sempre excelente John Goodman. Não precisaremos esperar muito por essa série, que estará disponível no catálogo da Netflix dia 25 de Janeiro.

4- Russian Doll

russian-doll-2

Sinopse: Uma jovem mulher que vive em Nova York tenta escapar de uma festa que está sendo realizada em sua homenagem.

Sobre: A série, estrelada por Natasha Lyonne, que ainda produz ao lado de Amy Poehler e Leslye Headland é uma nova comédia da Netflix. A série acompanha a personagem de Lyonne tentando escapar da festa durante uma noite e tem historia parecida com a comédia de horror Happy Death Day (2017) e também Groundhog Day (1993). Ainda mais interessante é o fato da série ter sido escrita e dirigida somente por mulheres. Espero que seja um sucesso e que incentive mais produções a fazer o mesmo. A série, composta por oito episódios de meia hora, estreia dia 1 de fevereiro na Netflix.

5- Central Park Five

'A Wrinkle in Time' film premiere, Arrivals, Los Angeles, USA - 26 Feb 2018

Sinopse: A chocante historia verídica de cinco jovens que foram condenados injustamente pelo estupro de uma corredora em 1989, passando anos na prisão antes de obterem liberdade.

Sobre: Trata-se do retorno da excelente diretora Ava Duvernay à Netflix, depois do lançamento de seu documentário, o elogiadíssimo 13th (2016). Ava, que antes também dirigiu o excelente Selma (2014) e ano passado, a decepcionante fantasia A Wrinkle in Time, irá dirigir os quatro episódios dessa minissérie, cada um focado em um dos jovens.   O elenco, formado por Jovan Adepo, Vera Farmiga, John Leguizamo, Felicity Huffman, Niecy Nash, Joshua Jackson e  Blair Underwood, entre outros, é mais que promissor. Sem dúvidas será uma das series mais relevantes e importantes do ano, que com certeza terá reconhecimento de critica e publico. E também mostra como a Netflix continua investindo em projetos que, alem de entreter, também importante, promovem temas sérios e urgentes, assim como a diversidade e igualdade. A minissérie ainda não tem data definida, provavelmente na segunda metade de 2019.

.

Preview 2019 – Séries

Para quem não conseguiu dar conta de todas as séries que estrearam ano passado (um recorde de 495 séries com roteiro), em 2019 não deverá ser diferente. Porém, como é impossível dar conta de ver tudo (sem contar os filmes), natural que acabemos selecionando o que assistir, seja por gosto pessoal, pelo elenco ou séries aclamadas pela critica. Claro que assim como ano passado, terá muita coisa ruim e descartável. A partir desse post, irei listar as séries mais esperadas do ano, sejam novas ou retornando, americanas ou internacionais, de streaming ou tv a cabo. E que seja um ótimo ano para a tv.

1- The Umbrella Academy 

umbrella-academy-netflix

Sinopse: Após pai adotivo morrer, seis jovens com superpoderes se reunem depois de anos, com o objetivo de desvendar sua morte e salvar o mundo.

Sobre: Baseado nos quadrinhos de Gerard Way, cantor da banda My Chemical Romance(?!), trata-se de uma das maiores apostas da Netflix para o ano. Criado por Jeremy Slater, responsável pela boa e subestimada série The Exorcist (2016-2018) e com um elenco interessante composto por Ellen Page, Tom Hopper e Robert Sheehan, The Umbrella Academy parece ser bastante divertida e seu trailer recentemente divulgado não decepcionou. Espere por um sucesso mais no nível de Chilling Adventures of Sabrina (2018– ) do que  Stranger Things (2016– ). Logo saberemos pois a série estreia já no próximo mês, dia 15 de fevereiro na Netflix.

2- Sex Education

netflix-sex-education-cast-1547053781-list-handheld-0

Sinopse: Otis é um jovem estudante inexperiente que vive com a mãe, que é terapeuta sexual. Aproveitando seus conhecimentos teóricos sobre sexo, devido à sua exposição ao tema, acaba, junto com outra estudante, abrindo sua própria “clinica sexual” na escola.

Sobre: Também da Netflix, Sex Education já estreou na plataforma e vem fazendo considerável barulho e logo sua renovação deve ser anunciada. Trata-se do primeiro projeto da criadora Laurie Nunn, que faz um ótimo trabalho, mesmo não tendo muita experiencia. Sua série é divertida, atrevida e com coração. Porém seu ponto alto é o excelente elenco, muitos deles novatos. Estrelada por Gillian Anderson, com ótimo timing cômico e pelo britânico Asa Butterfield, esbanjando carisma. Essa já vi e recomendo.

3- True Detective Season 3

true-detective-season-3-review

Sinopse: Detetive aposentado Wayne Hays (Mahershala Ali) é chamado para rever um caso que ele mesmo investigou décadas atras sobre o desaparecimento de duas crianças.

Sobre: Terceira parte da famosa série da HBO, que colheu todos os prêmios em sua temporada de estreia em 2014, um trabalho inovador e com excelentes atuações, seguida por uma segunda totalmente equivocada, que quase causou seu cancelamento. Temporada 3, novamente sob o comando do criador Nic Pizzolatto, estreou recentemente e vem colhendo sólidas críticas. Com um ótimo elenco formado por Mahershala Ali, Stephen Dorff e Carmen Ejogo, a série, mesmo não tendo o hype da primeira, está em alta e Pizzolatto já tem ideias para uma quarta.

4- Fleabag Season 2

fleabag

Sinopse: As novas aventuras de uma jovem e complicada mulher vivendo em Londres.

Sobre: Já falei sobre essa série no blog e repito, trata-se de uma das melhores séries que já vi. Criada pela excelente Phoebe Waller-Bridge (também criadora da série sensação de 2018, Killing Eve, que falarei mais em futuro post) Fleabag finalmente retorna, após 3 anos, para sua segunda temporada. Não se sabe muito sobre detalhes da trama, porém o elenco todo estará de volta, incluindo a sensacional Olivia Colman, além da adição do irlandês Andrew Scott. Fleabag está entre minhas séries mais esperadas do ano e sua previsão de estréia é no próximo verão, na Amazon. Como brinde, segue imagem da segunda temporada:

fleabag-s2-first-look-credit-luke-varley

5- Devs 

exm_d006_00747-2-1_rgb_2040.0.0

Sinopse: Uma jovem engenheira da computação se infiltra em uma empresa de tecnologia, que acredita estar por trás do desaparecimento de seu namorado.

Sobre: Não há muita informação ainda sobre o projeto, porém trata-se de uma série escrita e dirigida pelo excelente diretor britânico Alex Garland. Mesmo tendo dirigido apenas dois filmes, o britânico é um dos diretores de maior ascensão em Hollywood. Isso porque esses filmes são o excelente Ex Machina (2014), com Alicia Vikander e a obra prima Annihilation, um dos melhores filmes do ano passado, presente na maioria das listas dos melhores do ano, porém injustamente ignorado pelas premiações. Ou seja, nem precisamos saber muito sobre para já incluir a série na lista das mais esperadas de 2019. O elenco é bastante interessante, com Sonoya Mizuno, que se destacou na série da Netflix Maniac (2018), com Emma Stone, além de Nick Offerman e o jovem Karl Glusman. Deve estrear no final do ano no canal FX.

 

 

Dica TV: Babylon Berlin (2017- )

babylon-berlin-watching-recommendation-videoSixteenByNineJumbo1600-v4

Em minha relativamente recente obsessão por séries internacionais, Netflix, sem dúvida, tem sido uma grande aliada. Foi na gigante plataforma de streaming que encontrei a excelente série alemã Babylon Berlin. A série, grande sucesso em seu país de origem, é baseada na bem sucedida série de romances do escritor alemão Volker Kutscher. Trata-se de uma série épica noir sobre um detetive alemão Gereon Rath (Volker Bruch) que é enviado à Berlim com o objetivo de desvendar um crime. Rath tem o apoio de sua secretária Charlotte Ritter (Liv Lisa Fries). A série é situada na Berlim do final dos anos 1920, em uma época importante de mudanças políticas e sociais no país. Dirigida por um trio de diretores, Henk Handloegten, Tom Tykwer, Achim von Borries, trata-se de uma superprodução, considerada a mais cara da Europa. E todo esse investimento é notado pela produção super caprichada, com cenários, locações e figurinos impecáveis. Repleta de reviravoltas, suspense e também comédia, além de números musicais belíssimos. Ah, e o elenco também é excelente, principalmente Volker Bruch e Liv Lisa Fries, que esbanjam carisma além de talento para dança. Há duas temporadas disponíveis na Netflix e uma terceira já está em produção com previsão de estreia no final de 2019. Uma das melhores séries que vi esse ano.

Babylon Berlin
Liv Lisa Fries e  Volker Bruch 

 

 

New Generation: Boys

1- McCaul Lombardi

mccaul

McCaul Lombardi é americano de Baltimore, Maryland, USA. Antes de se mudar para Los Angeles e tentar a carreira de ator, Lombardi trabalhou com música, administrou uma creche, foi professor substituto e também modelo, inclusive fez uma participação em um clipe de Lana Del Ray. O jovem chegou a morar em seu carro, o que foi o suficiente para decidir voltar para casa. Tudo mudou quando recebeu uma ligação dos produtores de James Franco. Lombardi conseguiu o papel para o filme Age of the Moon (2016), porém foi com outro filme que o ator chamou a atenção.

d4ec02b9d78e4accf3010d9662f56d60

Trata-se do excelente American Honey (2016), filme da diretora Andrea Arnold (“Fish Tank”, “Wasp”), onde atua ao lado de Riley Keough and Shia LaBeouf e claro, outra grande revelação, Sasha Lane. A audição era somente uma entrevista, não tendo script. Apesar de ter sido uma participação pequena, Lombardi garantiu atenção com sua beleza e carisma. Em seguida participou do ótimo Patti Cake$ (2017). Como próximos projetos, Lombardi será visto, como protagonista, nos dramas Sollers Point (2017)We the Coyotes (2018), o ultimo tendo estreado no Festival de Cannes 2018. Nada mau para quem morava em seu carro.

2- Aneurin Barnard

anuerin

Aneurin Barnard acabou de fazer 31 anos e nasceu no País de Gales. O jovem ator sempre sonhou em ser ator, desde sua infância, quando imitava James Bond, tendo estudado drama no Bridgend Youth Theatre e depois no Royal Welsh College of Music & Drama. Logo após se formar, ganhou a parte de Melchior Gabor na produção londrina do musical de sucesso Spring Awakening, pelo qual venceu o prêmio Laurence Olivier de melhor ator em musical em 2010.

 

cdb3d9a7415778c828524236d09ff65d

Entre seus trabalhos mais conhecidos, destaca-se o drama e horror Citadel (2012), as minisséries The White Queen (2013)Moonfleet (2013- )War & Peace (2016), em que atuou ao lado de jovens talentosos como Paul Dano, Lily James e James Norton e Thirteen (2016), ao lado da jovem Jodie Comer, que vem fazendo barulho com a excelente série Killing Eve (2018- ). Logicamente o filme de maior destaque em sua carreira é sem duvida o excepcional Dunkirk (2017), de Christopher Nolan. E o talentoso galês está só começando, tendo vários projetos futuros, entre eles, os dramas Bigger (2018)The Goldfinch (2019), ao lado de Nicole Kidman e a comedia de ação Dead in a Week: Or Your Money Back (2018).

3- Marwan Kenzari

E lhe apresento Jafar! Na verdade, Marwan Kenzari, ator holandês que irá dar vida ao vilão Jafar na versão live-action da clássica animação da Disney, Aladdin, prevista para 2019. O filme, que será dirigido por Guy Ritchie, fez a sensata decisão de não contratar atores brancos, quando a história é passada no Oriente Médio. Kenzari é um ator premiado, tendo vencido o prêmio Golden Calf de melhor ator por sua performance no drama Wolf (2013) no Festival de Filmes da Holanda, em 2013.

7fz22egk5jez

O ator foi citado pelos veículos Variety, que o introduziu como ‘International Talent to Watch’ em 2014,  seguido pela lista da The Hollywood Reporter como ’15 International Break Out Talents of 2016′. Com o prestigio, acabou sendo escalado para filmes hollywoodianos, como Ben-Hur (2016) e The Mummy  (2017), com Tom Cruise. Ambas superproduções acabaram sendo grandes fracassos de critica e bilheteria. Em seguida participou da ok refilmagem Murder on the Orient Express (2017), dirigida por Kenneth Branagh e ao lado de um elenco estelar, entre eles Judi Dench, Michelle Pfeiffer e Johnny Depp. Além do blockbuster da Disney, o talentoso ator tem como futuro projeto The Angel (2018), novo drama da Netflix.

4- John Boyega

a7-5-768x1024

Filho de pais imigrantes da Nigeria, o britânico John Boyega, de apenas 26 anos, ficou conhecido mundialmente por interpretar Finn em um “pequeno” filme chamado Star Wars: Episode VII – The Force Awakens (2015). Porém o primeiro filme de destaque de sua carreira foi no divertido Attack the Block (2011). Sua paixão por atuação começou desde criança, passando boa parte de sua infância no teatro.

ce3eca41908a4402e9079f4951587e0d--photographs-photos

Em 2014, Boyega ficou entre os 3 finalistas para o papel central de Kingsman: The Secret Service (2014), que acabou ficando para Taron Egerton. O ator esteve do drama da Netflix, Imperial Dreams (2014) e participou da série 24: Live Another Day (2014). Após seu papel em Star Wars, o jovem ator esteve no ótimo Detroit (2017) e em Pacific Rim: Uprising (2018), além de reprisar seu papel na sequencia Star Wars: Episode VIII – The Last Jedi (2017). Entre seus próximos projetos, o ator, que se diz fanático por Michael Bay, estará na animação Watership Down, ainda sem data de estreia e, claro, Star Wars: Episode IX (2019). E quem sabe em algum projeto futuro de Mr. Bay.

5- Joe Cole

21fcd30620893630424a91b9b93ae9ac

Joe Cole, de 29 anos, é um dos atores mais promissores de sua geração. O inglês, que estudou atuação no National Youth Theatre, começou sua carreira no teatro. É o filho mais velho, tendo 4 irmãos, entre eles, o também ator Finn Cole, que pode ser visto na série Animal Kingdom (2016– ). Após pequenas participações em filme e séries, como Skins (2007–2013), Cole entrou para o elenco regular do elogiadíssimo drama Peaky Blinders (2013-).

 

685131484

No cinema participou do esquecível Secret in Their Eyes (2015), com Julia Roberts e do ótimo Green Room (2015). Esteve também no elogiado Thank You for Your Service (2017), com Miles Teller, além do ótimo episódio Hang the DJ da cultuada série da Netflix, Black Mirror (2011– ). Seu próximo projeto, com data prevista para agosto desse ano, vem recebendo muitos elogios. Trata-se de A Prayer Before Dawn (2017), filme sobre a historia real de um lutador de boxe ingles que é preso em uma das prisões mais notórias da Tailândia. Tem ainda a série britânica Pure (2018– ) e o drama Colin You Anus (2018). E isso é só o começo…

 

 

New Generation: Girls

E a lista continua. Segue segunda parte:

1- Mackenzie Davis

01-falls-finest

 

Mackenzie Davis é canadense de Vancouver e fez faculdade em um de meus lugares favoritos, Montreal. Já apaixonada por atuação, se mudou para Nova York para tentar a carreira de atriz. Seu filme de estreia foi Breathe In (2013), ao lado de Guy Pearce. Depois participou na fraquíssima comédia That Awkward Moment (2014), com Zac Efron e na elogiadíssima e pouco vista série Halt and Catch Fire (2014 – 2017). Em 2015 esteve na bobagem Freaks of Nature e no excelente The Martian, em que causou ótima impressão, mesmo sendo um papel pequeno em uma superprodução.

mackenzie-davis-vanity-fair-magazine-november-2015-issue_1

Porém foi no ano seguinte que a atriz conquistou de vez o público. Estou falando da série Black Mirror (2011 – ), mais precisamente do excelente episódio San Junipero,  que, ao lado da também talentosíssima Gugu Mbatha-Raw, fazem um dos casais mais irresistíveis da tv. No mesmo ano Mackenzie fez Always Shine (2016), um dos mais interessantes filmes de 2016, que mais que recomendo. A atriz apresenta um dos seus melhores trabalhos nesse filme. Em seguida participou do absolutamente genial Blade Runner 2049 (2017), que foi absurdamente injustiçado no Oscar 2018.

Entre seus próximos projetos estão a última colaboração entre Jason Reitman e Diablo Cody, a comédia dramática Tully (2018), ao lado de Charlize Theron. O filme estréia essa sexta (04 de maio) e já vem colhendo muitos elogios. Estrela também a comédia Izzy Gets the F*ck Across Town (2017). Para o próximo ano, estará no terror The Turning (2019) e abocanhou o papel do reboot ainda sem título da franquia Terminator, com o retorno de Arnold Schwarzenegger e Linda Hamilton, além da adição de Diego Boneta. Sem dúvida, uma de minhas favoritas atrizes do momento.

2- Karen Gillan

karen-gillan-the-sunday-times-photoshoot-december-2017-4

A escocesa Karen decidiu que queria ser atriz aos 16 anos, começando a carreira em pequenos papeis em séries de tv britânicas. Em 2010 teve seu primeiro papel em uma série de grande sucesso, no caso Doctor Who (2005 – ), onde ficou por 2 anos. Em 2013 estrelou o bom horror Oculus (2013), que fez relativo sucesso. Em seguida conseguiu o papel de Nebula no grande sucesso e ótimo filme Guardians of the Galaxy (2014). A atriz reprisou o papel na sequencia Guardians of the Galaxy Vol. 2 (2017) e em Avengers: Infinity War (2018), que acabou de estrear nos cinemas.

Karen-Gillan-hot-photos-and-pictures-19

Guardiões não é a única superprodução em sua carreira. A atriz esteve no mega sucesso Jumanji: Welcome to the Jungle (2017), que obviamente terá uma sequencia para o próximo ano. Talentosa e ambiciosa, aos 30 anos, acabou de lançar no festival de Tribeca sua estréia na direção, com a comédia dramática The Party’s Just Beginning (2018), que teve boa recepção. Karen tem o sonho d trabalhar com o genial diretor Michael Haneke, que dirigiu maravilhas como The White Ribbon (2009) e a obra-prima Amour (2012).

Entre seus próximos projetos, além das continuações de Jumanji e Avengers, estão o drama All Creatures Here Below (2018) e a comédia Alex & The List (2018). Com certeza veremos muito de Gillian, na frente e atras das câmeras.

3- Kiki Sukezane

108e5458e59d02b8a9bf7a30345a19a8

Kiki é uma japonesa de Kyoto que estreou na tv americana com a série Heroes Reborn (2016), que foi um fracasso, sendo cancelada. A série era realmente bem fraca, porém a atriz foi uma ótima revelação. Descendente de uma família de Samurais, Kiki possui treinamento em artes marciais, o que a ajudou a ganhar o papel em Heroes.

Kiki-Sukezane-Feet-1925078

Com o cancelamento, voltou a fazer projetos no Japão, porém está de volta ao ocidente, estando em duas séries do momento, Lost in Space (2018– ), elogiada série da Netflix que vem fazendo barulho e o hit da HBO Westworld (2016- ). Já passou da hora de atores asiáticos terem mais oportunidades em grandes projetos. Kiki veio para ficar.

4- Aja Naomi King

Aja+Naomi+King+Long+Hairstyles+Long+Straight+gztzJyXsYD_l

 

Aos 33 anos, Aja é uma das mais belas atrizes da tv. A californiana fez vários curtas antes de estrear na tv em séries como Blue Bloods (2010- )Person of Interest (2011–2016). Porém teve maior destaque na série Emily Owens M.D. (2012–2013), que foi cancelada após uma temporada. Em seguida esteve no independente drama Four (2012), pelo qual ganhou um prêmio no Festival de Filmes de Los Angeles.

aja-naomi-king-vanities-ss03-640x854

Atualmente faz parte da série How to Get Away with Murder (2014– ), em um papel de grande destaque. A série é boa, porém carece de personagens carismáticos. Felizmente esse não é o caso de sua personagem, uma jovem ambiciosa e determinada. Aja quase garantiu seu passaporte para Hollywood com um ótimo papel no ok drama The Birth of a Nation (2016). O filme era um grande favorito à prêmios, porém uma polemica em torno do ator e diretor do filme, Nate Parker, veio a tona e o longa foi totalmente desconsiderado. Infelizmente Aja incluída.  Talentosa, não faltará oportunidades para a atriz, que, como principais projetos, inclui The Upside (2017), remake do sucesso francês Intouchables (2011) e o drama A Girl from Mogadishu (2018).

5- Pom Klementieff

PomKlementieff

Mais uma canadense na lista, Pom Klementieff é de Quebec City. Dona de uma beleza singular, Pom é de descendência francesa, russa e coreana. Apesar de ter um passado repleto de tragédias (seu pai morreu quando ela tinha 5 anos e seu irmão cometeu suicídio quando a atriz completava 25 anos), Pom mantém uma atitude positiva, com muito senso de humor, Taekwondo, corrida e yoga.

c4ea025c5c17a03bd190cb55f0f790f0

A atriz morou na França, onde estreou como atriz, tendo participado em diversos filmes e séries. Sua  estreia no cinema americano foi com o remake Old Boy (2013), com Josh Brolin. O filme, que não deveria ter existido em primeiro lugar, foi um fracasso de critica e publico. Depois teve participação na boa quase ótima comedia Ingrid Goes West (2017) e no drama Newness (2017), com Nicholas Hoult. Porém seu papel de destaque foi no sucesso Guardians of the Galaxy Vol. 2 (2017), onde rouba a cena como Mantis. A atriz reprisou seu papel em Avengers: Infinity War (2018), que vem quebrando todos os recordes e voltará para a sequencia Guardians of the Galaxy Vol. 3, com previsão para 2020. A bela é sem dúvida uma das mais interessantes atrizes do momento.

 

New Generation: Boys

Segue primeira parte dos atores que prometem dominar Hollywood:

1- Tye Sheridan

WM201804COVRSHERIDAN

Texano de 21 anos, Tye teve sua estréia no cinema já em grande estilo, com The Tree of Life (2011), filme considerado por muitos (eu não incluso) uma obra prima do mestre Terrence Malick . 2 anos depois fez o ótimo Joe (2013), ao lado de Nicolas Cage, em que mostrou grande sensibilidade como um jovem que sofre abusos de seu pai.

tye-sheridan-975

De seus filmes seguintes, se destacam o ótimo The Stanford Prison Experiment (2015), a bobagem Scouts Guide to the Zombie Apocalypse (2015) e sua estréia como Cyclops, no frustrante X-Men: Apocalypse (2016). Tye é um dos jovens atores mais talentosos de sua geração e após várias marcantes performances em filmes indies, o ator tem, ultimamente, optado por atuar mais em superproduções. Além de reprisar seu papel em X-Men: Dark Phoenix, que estreia em 2019, pode ser visto no último filme de Spielberg, o divertido porém não muito mais que isso, Ready Player One (2018). Logicamente que isso é ótimo para sua conta bancária, porém não a melhor oportunidade de mostrar seu talento em personagens pouco desenvolvidos e menores que os filmes em si. Mas, de acordo com seus próximos projetos, Tye vai poder novamente mostrar a que veio. Estará no drama de guerra The Yellow Birds (2017), ao lado de Jennifer Aniston, no drama All Summers End (2017), alem de Friday’s Child (2018), filme de ação ao lado de Imogen Poots. Não é a toa que é capa da nova edição da revista W magazine (foto no topo).

2- Harris Dickinson

73731d2fc5dc3eac3e0e562778367f3f

Harris, também de 21 anos, fez seu filme de estréia ano passado com o ótimo Beach Rats e já garantiu seu ingresso em Hollywood. No filme, o ator interpreta um jovem do Brooklin que, secretamente, navega em sites à procura de sexo com homens mais velhos. O britânico está excelente no filme, com uma performance interna e extremamente sensível.

1017.flip.who.lo_1000

O jovem pode ser visto na série da FX Trust (2018-). Tanto a série quanto sua performance tem sido bastante elogiada. Tem ainda como próximos projetos, o drama Postcards from London (2018), o terror The Medium, ainda sem data de estreia e o Sci-Fi The Darkest Minds (2018), baseado na trilogia literária de Alexandra Bracken. Quem sabe teremos o novo The Hunger Games…O sucesso do filme ainda é incerto, porém não a carreira desse belo e talentosíssimo ator, que está rumo ao estrelato.

Curiosidade: Harris nasceu em Leytonstone, lugar onde também nasceu ninguém menos que o mestre Hitchcock.

3- Daniel Kaluuya

Daniel-Kaluuya

Daniel, apesar de ter somente 29 anos, já possui uma carreira extensa, tendo feito muita TV na Inglaterra, país onde nasceu. Entre elas, Skins (2007–2013)Psychoville (2009-2011)The Fades (2011) e Black Mirror (2011– ). Porém, foi com sua performance no sucesso Get Out (2017), que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor ator, e no mega sucesso Black Panther (2018), que o colocou sob os holofotes.

img-daniel-kaluuya_132236993946

Kaluuya acabou não levando a estatueta, porém baseado em sua ótima atuação para esse filme, sem dúvidas terá muitas chances futuramente. Um de seus próximos projetos é Widows (2018), novo filme de Steve McQueen, diretor dos excelentes Shame (2011)12 Years a Slave (2013). O elenco fantástico conta ainda com Liam Neeson, Viola Davis, Carrie Coon e Colin Farrell.

4- Hayden Szeto

Hayden-Szeto1892

Hayden é canadense de Vancouver e chamou a atenção ao atuar no filme The Edge of Seventeen (2016), deliciosa comédia em que dividia cena com Hailee Steinfeld (excelente) e Woody Harrelson. O ator esbanja carisma no filme, tendo sido o primeiro ator do elenco a ser contratado. Antes de atuar, Hayden esteve em diversos comerciais de marcas populares como Adidas e Coca Cola.

haydenszeto_kathyboos_003_cropped

Filho de pais chineses, o ator é de uma família de artistas, sendo seu pai e avô, famosos pintores na China. Hayden, cujo nome chinês significa “Sunrise”, pode ser visto nos cinemas no terror Truth or Dare (2018), que foi odiado pelos críticos.

Entre seus próximos projetos, tem a série Lodge 49 (2018-) ao lado de Wyatt Russell e a versão para TV do filme What We Do in the Shadows, comédia que acompanha alguns vampiros vivendo na Nova Zelândia. Infelizmente ainda há poucos atores de origem asiática em grandes produções da TV e filmes. Porém temos esperança que isso irá mudar e Hayden é, sem dúvida, um dos primeiros de muitos talentos por vir.

5- Louis Hofmann

2b90a8485f1a0ca075586c4a1eeb730e

Aos 20 anos, Louis é um dos jovens atores alemães de maior sucesso internacional. O ator trabalhou na TV alemã quando estrelou o drama Sanctuary (título original Freistatt (2015)), filme que lhe rendeu prêmios na Alemanha. Em seguida fez o excelente Land of Mine (2015), que foi nomeado ao Oscar de filme estrangeiro, representando a Dinamarca. O ator está ótimo no papel de um jovem soldado obrigado a desarmar minas colocadas em uma praia na Dinamarca, que foram colocadas pelos alemães na Segunda Guerra Mundial.

kinopoisk.ru

Em 2016, Louis atuou no ótimo filme de temática gay Center of My World (2016), que já indiquei no blog. Porém o sucesso internacional veio mesmo com a série da Netflix Dark (2017– ), que virou mania em muitos países e logicamente já foi renovada para uma segunda temporada. Com o sucesso da série, o ator já começou a receber mais trabalhos internacionais, tendo tido uma pequena participação em Red Sparrow (2018) ao lado de Jennifer Lawrence e estará em The White Crow (2018), drama biográfico dirigido por Ralph Fiennes. Talentoso e versátil, não deve demorar para Louis estar fazendo as malas para Hollywood.